segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Gamarra

Carlos Alberto Gamarra Pavón jogou no Inter do ano 1995 até a metade de 1997 e apesar de ter conquistado apenas um título pelo colorado (gauchão de 1997), é considerado por muitos, o melhor zagueiro que vestiu a camisa vermelha depois de Figueroa. Altamente técnico, o elegante zagueiro paraguaio foi eleito o melhor zagueiro da Copa do Mundo da França em 1998. Gamarra se destacou e tornou-se um grande ídolo em uma década de poucas conquistas.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Carlitos

Alberto Zolin Filho o Carlitos, jogou no Inter de 1939 até 1951 e teve toda a sua carreira vinculada ao Inter. Carlitos é simplesmente o maior artilheiro do Inter em todos os tempos, fez nada menos do que 485 gols em 384 jogos com a camisa vermelha. Carlitos marcou 42 gols em clássicos grenais, tornando-se o maior artilheiro do clássico até hoje e ficou marcado por nunca ter disperdiçado um penalti na carreira. O artilheiro colorado foi autor de um dos gols que habitam a imaginação dos torcedores colorados, o famoso "gol do plano inclinado" em 1945. O centroavante era o carro-chefe do lendário rolo-compressor da década de 1940 e conquistou 10 campeonatos gaúchos (1940, 1941, 1942, 1943, 1944, 1945, 1947, 1948, 1950 e 1951).

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Índio

Marcos Antônio de Lima o Índio joga no Inter desde 2005 e está completando hoje 350 jogos com a camisa vermelha. Desde que, literalmente, deu o sangue em campo pelo Inter na final do Mundial de 2006, Indio tornou-se um grande ídolo da torcida colorada. Raça, dedicação e muitos gols fazem de Índio um ícone da camisa 3 do Inter. Até hoje Indio é o zagueiro que mais marcou gols com a camisa colorada (32 gols, sendo 6 em grenais), conquistando 13 títulos em 8 anos no clube, sendo 1 mundial FIFA (2006), 2 Libertadores (2006, 2010), 2 Recopas (2007, 2011), 1 Copa Sulamericana (2008), 1 Copa Suruga Bank (2009), 5 gauchões (2005, 2008, 2009, 2011 e 2012) e 1 Dubai Cup (2008).

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Rúbem Paz

Rubén Walter Paz Márquez jogou no Inter dos anos 1982 até 1986 onde foi tricampeão gaúcho (1982,1983 e 1984). Com espírito de liderança e muita habilidade foi eleito o melhor jogador das américas em 1988 quando já atuava pelo Racing de Avellaneda, tendo disputado duas copas do mundo pela seleção do Uruguai (1986 e 1990). Com a camisa 10 às costas desfilou seu grande futebol defendendo as nossas cores em tempos difíceis e deixou o seu nome na história do Inter.